AIM Tecnologia ... ao seu alcance

- Início
- Referências
- Entre em Contato

Nossos Serviços

Prestamos serviços de consultoria e implantação de soluções de Gerenciamento de Conteúdo (ECM, GED, DM, DI, ...)

- Levantamento de Necessidades
- Definição de Requisitos
- Desenho de Arquitetura de HW e SW
- Desenho Detalhado de Projetos
- Consultoria
- Suporte

Temos experiência em diversos produtos de mercado, entre eles:
InfoImage Folder da Unisys
FileNet
DocsFusion (PCDocs) da Hummingbird
Ferramentas de OCR/ICR

ECM


Gestão de conteúdo empresarial (conhecido pelo acrônimo ECM - Enterprise Content Management) é o conjunto de tecnologias usadas para gerir o ciclo de vida das informações não-estruturadas de uma organização, contemplando as fases de criação/captura, armazenamento, versionamento, indexação, gestão, limpeza, distribuição, publicação, pesquisa e arquivamento, relacionando os conteúdos com processos de negócio.

A definição oficial do termo foi criada pela organização internacional AIIM (Association for Information and Image Management) em 2000.

O GED foi introduzido no Brasil pelo CENADEM. Foi também o CENADEM que introduziu no Brasil o Knowledge Management, Gerenciamento do Conhecimento.

A definição oficial de Gestão de conteúdo empresarial foi criada pela AIIM (Associação para Informação e Imagem Empresarial) Internacionalmente, a associação mundial para gestão de conteúdo empresarial (ECM - entreprise content management), no ano 2000. A abreviatura ECM foi reinterpretada e redefinida muitas vezes.

No final de 2005 AIIM definia ECM como:

    Gestão de conteúdo Empresarial (ECM) são as tecnologias utilizadas para capturar, gerenciar, armazenar, preservar e fornecer conteúdo e documentos relacionados com processos organizacionais.

No início de 2006 AIIM acrescentou o seguinte parágrafo à definição:

    ECM são ferramentas e estratégias que permitem a gestão de uma organização da informação não estruturada, sempre que a informação existir.


No início de 2008 alterou a definição original da AIIM para:

    Gestão de conteúdo empresarial (ECM) são as estratégias, métodos e ferramentas utilizadas para capturar, gerenciar, armazenar, preservar e oferecer conteúdo e documentos relacionados com processos organizacionais. ECM são ferramentas e estratégias que permitem a gestão de uma organização da informação não estruturada, sempre que a informação existir.


OCR

É um acrónimo para o inglês Optical Character Recognition, uma tecnologia para reconhecer caracteres a partir de um arquivo de imagem, ou mapa de bits. Através do OCR é possível digitalizar uma folha de texto impresso e obter um arquivo de texto editável.

Em 1950 David Shepard e Louis Tordella começaram a pesquisa do procedimento para automação de dados da então Agência de Segurança das Forças Armadas (AFSA) dos Estados Unidos, que dois anos depois se tornaria a Agência de Segurança Nacional (NSA). Com a ajuda de Harvey Cook eles construíram o "Gismo", o primeiro software de OCR. Shepard então fundou a Intelligent Machines Research Corporation (IMR) que fez os primeiros softwares OCR comerciais.

Em 1953 a IBM obteve uma licença da IMR e desenvolveu um software próprio classificando-o como Optical Character Recognition, tornando o termo OCR um padrão na indústria para essa tecnologia.

 

ICR

Em ciência da computação, o reconhecimento inteligente de caracteres (ICR) é um avançado reconhecimento óptico de caracteres (OCR) ou – mais especificamente – sistema de reconhecimento de escrita à mão, que permite que as fontes e estilos diferentes de escritas à mão serão aprendidas pelo computador durante o processamento, para melhorar os níveis de precisão e reconhecimento.

A maioria dos softwares ICR têm um sistema de “auto-aprendizagem“ referido como uma rede neural, que atualiza automaticamente o banco de dados de reconhecimento para novos padrões de escrita. Isso aumenta a utilidade de dispositivos de scanner para o propósito de processamento de documentos, de reconhecimento de caracteres impressos (uma função do OCR) à reconhecimento de escrita à mão. Como esse processo está envolvido em reconhecimento de escrira à mão, os níveis de precisão podem, em algumas circunstâncias, não serem tão bons, mas podem alcançar 97% de taxa de precisão em escritas à mão legíveis em formulários estruturados.

Geralmente para atingir essas taxas de reconhecimento vários motores de leitura são utilizados dentro do software, e para cada um são dados “direitos de voto” para determinar a real leitura dos caracteres. Em campos numéricos, motores que são projetados para ler números têm a preferência, enquanto em campos alfa, motores projetados para ler letras de escrita à mão têm mais altos direitos eletivos. Quando usado em conjunção com um concentrados de interface sob medida, a escrita à mão pode ser automaticamente populada para um sistema de back office, evitando digitações manuais trabalhosas, e pode ser mais preciso que um operador de dados humano.

Um importante desenvolvimento do ICR foi a invenção do Processamento de Formulários Automatizado em 1993. Envolve um processo de três estágios, capturando a imagem do formulários a ser processado pelo ICR e preparando-o para permitir ao motor ICR fornecer os melhores resultados, e então capturar a informação usando o mortor ICR e finalmente processar os resultados para validar automaticamente a saída do motor ICR.

Essa aplicação de ICR aumentou a utilidade da tecnologia e a fez aplicável para o uso em formulários no mundo real em aplicações normais de negócios. Aplicativos de software modernos usam ICR como uma tecnologia de reconhecimento de texto em formulários preenchidos à mão.

 



Android

É um sistema operacional móvel que roda sobre o núcleo Linux, embora por enquanto seja ainda desenvolvido numa estrutura externa ao núcleo Linux. Foi inicialmente desenvolvido pela Google e posteriormente pela Open Handset Alliance, mas a Google é a responsável pela gerência do produto e engenharia de processos. O Android permite aos desenvolvedores escreverem software na linguagem de programação Java controlando o dispositivo via bibliotecas desenvolvidas pela Google. Existem atualmente mais de 250 mil aplicações disponíveis para Android.O sistema operativo Android consiste em 12 milhões de linhas de código, incluindo 3 milhões em XML, 2.8 milhões de linhas de C, 2.1 milhões de linhas de código Java e 1.75 milhões de linhas de código em C++.

 

AIM Tecnologia
Pça Dr. Nilo Peçanha,137
Sala 101/Parte
CEP 25900-000
Magé
Rio de Janeiro
55 21 88432115

contato@aimtecnologia.com.br